Páginas

"Há pessoas que contam segredos, outras que guardam segredos... e existem aquelas que são segredos. Porém, algumas são mais que segredos... são mistérios."

domingo, 4 de março de 2012

Busca no passado....

     Hoje eu assisti ao último episódio da primeira temporada de Felicity. É engraçado as mensagens que as séries passam para gente, e a forma como elas nos modificam de alguma forma. Eu assisti a esta série quando ainda nem imaginava os rumos que a minha vida tomaria, e hoje, com este último episódio, percebo que a vida é cheia de escolhas. Algumas difíceis e outras nem tanto, mas ainda assim, escolhas. 

     Tenho a mania de assistir as minhas séries favoritas a conta-gotas, para que elas demorem a acabar. Felicity, como já havia visto algo no passado, foi mais como um retorno a mim mesmo, um retorno a impressões e partes de mim que deixei passar  com o tempo. Acredito que  não vivemos tentando nos achar, mas sim, vivemos tentando recuperar o que já somos e nunca deixaremos de ser

     Março chegou e o tempo continua correndo, com a grande onipotência de que ninguém possa pará-lo. O tempo já foi tema de filmes, séries, músicas e milhões de poesias. Talvez por ser uma a força mais poderosa da natureza. Ele que nos traz experiências, rugas e a verdade de que nada é pra sempre - seja a dor, seja o amor, seja a raiva, seja o rancor. Tudo que passamos nos traz um pouquinho de nós mesmos de volta pra gente, e essa é a magia do tempo, algo que te muda, e te faz melhor ou pior ...

     Foi maravilhoso rever Felicity, e relembrar por que essa série fez tanto sentido na minha vida, e ainda faz. Não se trata apenas de uma série sobre uma garota que decide ir para a universidade de NY por causa de um cara, a princípio isso pode até parecer fútil. Mas na verdade se trata de uma garota, que vai pra universidade por causa de um garoto e acaba se encontrando, mais madura e mais centrada em si mesma. E que fique claro que isso não é egoísmo, egocentrismo ou individualismo. Essa é apenas  a busca que tantos falam, e que poucos conseguem atingir.
     Neste último episódio fica bem claro que, independente da sua escolha, ela vai afetar outras pessoas. Pessoas que te amam e que sempre serão atingidas por suas ações - e isso vale para o contrário também. Quando digo que acredito em destino, me remeto a exatamente isso. Por mais que tome as sua atitudes, sempre será afetado pelas atitudes alheias, quer queira ou não. Destino pra mim, é o que a escolha das pessoas trazem para a sua vida... Eu ainda estou aprendendo a lidar com isso, e pelo que percebo, será um longo aprendizado.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Obrigado a todos por comentar. Sempre digo que este blog é para meus amigos, e se estão aqui, me basta.
PS: Não aceitamos comentários Anônimos. Grato por se identificar!

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...
Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...