Páginas

"Há pessoas que contam segredos, outras que guardam segredos... e existem aquelas que são segredos. Porém, algumas são mais que segredos... são mistérios."

domingo, 25 de novembro de 2012

Bloqueio...

     Tenho tido um pouco de dificuldades de postar ultimamente. Tem dias que sento em frente ao computador sem conseguir escrever sequer uma linha. Acho que estou passando por algum tipo de bloquei, que me trava diante de novas possibilidades nos meus blogs, mas creio que isso seja passageiro. Na verdade, acredito que a pausa que dei a pouco tempo, não foi suficiente para fazer com que as coisas se encaixassem na minha cabeça, mas tudo vai voltar ao normal, sempre volta.
     Tenho um Sorteio de Natal engatilhado para colocar no ar no Estúdio Tatsu, mas até agora não consegui definir as regras, e temos, a partir de hoje, exatos um mês para o Natal. Eu adoro o Natal, e deixar esta data passar em branco não é escolha. Nem o template de Natal eu consegui criar, e provavelmente nem vou. Bloqueio total. 

     Todos os anos viajo para passar o Natal com a minha família no interior do ES, mas como esse ano eu não poderei ir, acredito que isso tenha criado um certo bloquei, por chateação mesmo. Estou muito triste por não poder ir, mas estou tentando animar para fazer uma comemoraçãozinha aqui em casa mesmo, com minha irmã e amigos. Vamos ver se consigo animar. Claro, a falta de grana é sempre um agravante. Este mês finalmente vou poder aliviar das dívidas, mas de qualquer forma, é sempre complicado sobrar dinheiro neste final de ano, mesmo com o décimo. O problema foi a minha viajem a SP, que fez com que eu pegasse empréstimo, este que só terminei de pagar mês passado. 

     Mas tenho certeza de que dará tudo certo para fechar o ano  bem e com alegria, mesmo distante daqueles que amo. Desejo que tenham um final de ano maravilhoso pessoal....

PS: A imagem do post e de um DA. Me sinto muitas vezes como a personagem da ilustração^^ Ela foi plano de fundo do meu PC durante muitos tempos, e de vez em quanto volta a ser.

domingo, 11 de novembro de 2012

Cuidando do que é precioso...

     Hoje fiquei a manhã todo sem internet, e logo achei algo para organizar aqui no meu quarto. Já faz alguns dias que comprei algumas sacolas. Elas seriam para embalar mangás e revistas que guardo mo meu armário. Li que eles se deterioram com o tempo e isso é um fato. Apesar de ser cuidadoso, não sabia de muitas dicas que andei lendo por aí, então vou mostrar como ficou.
     Não fotografei tudo, mas assim que der fotografo como elas ficaram organizadinhas e posto aqui. Quando fui embalar minha coleção de Tokyo Babylon, me surpreendi com  a quarta edição do mangá, que estava com o miolo descolado, bem no meio do mangá.
     Não entrei em pânico por um simples motivo, aprendi finalmente técnicas de encadernação. Logo dei um jeitinho de aplicá-las aqui, e salvar minha coleção que tanto amo!^^
     Olha só como ficou. Nem parece né?! No final ficou perfeita, então eu pude embalá-la e guardar minha coleção. Eu não colecionei quando foi lançado. Dei sorte de achar toda a coleção em um evento que fui. Comprei na hora em que vi e o cara do stande não me deu desconto T~T - Baka! Uma das minhas séries favoritas do CLAMP. Meu desejo é que a JBC relance, como fez com outros títulos, mas com a qualidade superior que ela merece. De preferência, da mesma forma que lançaram Miyuki-Chan, mas é apenas um sonho.
     Olha só como ficou minha coleção de Utena. Agora só falta embalar a edição especial, mas quero reler antes^^ Não me lembro bem da história, então acho que é a hora certa de relembrar. O especial é dois mangás, que é meio que o que se passou no longa metragem.
     As edições aqui citadas, são coladas e não grampeadas como dá pra reparar. Nas edições grampeadas, é necessário maior atenção. Primeiramente, deve-se retirar os grampos, com o tempo eles oxidam e acabam corroendo até o papel. Eu retirei todos e fiz uma costura interna, para substituí-los (mais uma das técnicas de encadernação).
     É importante não falar, ou respirar muito em cima dos mangás. As gotículas de saliva carregam bactérias chamadas perdigotos, são elas que amarelam as páginas. Também não custa nada estar com as mãos limpas né!? No caso dos mangás colados. Evite abri-los em ângulos maiores que 45º, isso é muito importante. A cola que usam já não é uma das melhores, então é necessário ter esse cuidado.
     Aproveitei também para embalar os mangás originais que comprei na Liberdade. Assim vou poder tê-los conservados por bastante tempo. Gente, quando estava pesquisando sobre conservação de revistas, mangás, livros e afins, acabei conhecendo o blog da Nane-Chan, lá tem tudo muito bem explicadinho. 
      Um dos trabalhos mais lindos do CLAMP. É possível que chegue por aqui no ano que vem. Quero tudoooo! Esse comprei no AF desse ano!
      Esse pôster interno é de chorar de lindo! ^^Olha essas cores♥
      Um pouquinho do miolo do mangá. Humilhante! Quando crescer quero desenhar tão bem quanto a Mokona-sensei!
     O traço está um tanto diferente, mas simplesmente perfeito, pra variar. Acho graça quando alguns falam que não há diferença entre mangás originais daquele papel jornal, que algumas editoras usam por aqui...Se dizem fãs, hahaha, só rindo mesmo. A diferença é absurda! Será que sou só eu que me apego a detalhes?
       Olha só o pôster que veio em Kobato! Perfeito gente! Esse folder de Lawful Drugs veio dentro da edição também, em anexo.
      Kobato é uma das histórias mais sutis que já vi do Clamp. Simples e perfeito.
      O folder de Lawful Drugs aberto... Muito lindo. Trata-se da propagando, já que o mangá está retornando.^^ Que bom!!!! Vocês podem ver detalhes e baixar a prévia aqui.
 Ayanami♥!


      Este é um encarte que veio também^^ Adorei e claro, vou guardar com cuidado né?! Abraços pessoal e uma ótima semana para todos!

sexta-feira, 2 de novembro de 2012

Dia de Relembrar quem amamos um dia...

     Hoje no dia de Finados, é impossível não se lembrar daqueles que foram importantes em nossa vida e que não voltam mais. Não importa o que essa pessoa fez ou não por você, o que importa é se fez junto, e é o que fica na memória.
     Independente de religião, eu faço sim meus rituais. Acendo minha vela e peço que meu Deus ilumine a vida das pessoas que foram especiais pra mim, as quais trarei sempre comigo. Não faço isso por religiosidade ou seja lá o que for. Faço por que gostaria que se lembrassem de mim após meu desencarne, que lembrassem daquele garoto taxado de antisocial e que vivia trancado em seu quarto desenhando, fazendo artesanatos e grudado no computador...

     ....E que apesar de todos os defeitos, acendia velas pelos mortos, pois achava triste demais ser esquecido, independente da época do ano.

      Que Deus possa dar um caminho de luz a todos vocês, que mesmo não estando conosco fisicamente, nunca nos abandonam...Nunca.

sexta-feira, 26 de outubro de 2012

Macarronada com Gostinho de Saudades

    Tem feito muito calor por aqui. O horário de Verão chegou e parece que trouxe o próprio com ele.
     O final do ano está chegando e estou chateado por não poder viajar. Trabalhando no comércio, vou estar preso, e como vai ser bem no meio da semana, nem dá pra enforcar. 
     Vou deixando algumas fotos do final de semana que passei este mês em Vila Velha na casa da Déia. A Mãe do namorado dela, preparou uma macarronada digna dos Deuses, foi perfeito, tudo estava perfeito, mas assim, pra variar, foi tão rápido...
     Fico me perguntando por que momentos especiais, ao lado das pessoas que gostamos, passa tão rápido. Acho que é pra deixar esse gostinho de quero mais. Essa saudade gostosa, é o que une amigos, não importando em que ponta do globo terrestre eles estejam.
     Ainda tenho algumas fotos desse final de semana em Vila Velha. Quero postar algumas aqui. Nossa, me bateu uma saudade agora... Que Deus ilumine sempre essas pessoas especiais, que só merecem o que há de melhor neste mundo.

segunda-feira, 22 de outubro de 2012

A Tarde de Coqueiral-Vila Velha

      Neste último final de semana fui a Vila Velha (12 de Outubro), para festejar mais um evento de animação japonesa com minhas amigas, que tão breve conheci em Cachoeiro e logo nos separamos. Andréa e Lorena são duas meninas especiais e que já perdi as contas das vezes que agradeci a Deus por tê-las conhecido.
     Eu e Lorena insistimos para que a nossa anfitriã nos levasse a praia. Sou apaixonado pelo mar. Não para banhos e torrar ao sol, mas para caminhar no calçadão, sentir a maresia, pisar na areia. São momentos assim que valem a pena pra mim. E foi um momento fantástico, que tive de registrar.
     Conheci essas meninas por providência divina, e através do inesperado, somos amigos até hoje. Não é difícil, já que temos as mesmas paixões, como livros, cinema, e claro, animes.
     A Déia disse que o mar estava com ressaca, mas pra mim ele nunca estivera tão belo. A Lorena lembrou da lenda da Pequena Sereia, onde ela se tornara espuma do mar, já que não pudera estar com seu amado, ao menos em seus pés ela tocaria em forma de espuma. Achei triste, mas vi como a Disney transforma tudo que toca, em algo ainda mais bonito. A vida está cheia de finais tristes, a ficção nos dá os felizes, e isso é que importa.
    Um ponto negativo. Tudo tem um fim, e o final de semana ao lado elas foi tão rápido, que nem vi as horas passarem. Grato a Deus por passar um fim de semana com essas meninas que eu amo de coração, e que são parte de mim, que carregarei por todo sempre no meu coração...

sexta-feira, 5 de outubro de 2012

Ladrão de sorrisos

     Me decepciona muito a capacidade que o ser humano tem de ferir o outro. As vezes presencio cenas tão absurdas que perco até a reação. Hoje foi um dia comum de trabalho, Minha amiga está de férias, e eu tenho ficado no caixa da lanchonete, até que ela volte. Eu estava com um ótimo astral, e como isso não é comum, logo comentei com uma amiga de trabalho, que algo iria acontecer, de bom ou ruim.

     Ela perguntou se era um pressentimento ruim, respondi que não era ruim, mas algo aconteceria. Foi dito e feito. Um cliente, ao ir ao caixa acertar a sua dívida, estranhou o valor da compra, e pediu (rispidamente) que eu conferisse. O cara começou a me pressionar e eis que o valor caiu... Foi o estopim para ele me agredir verbalmente e me humilhar, dizendo que da escola onde eu estudei, ele queria distância... Pois é, é mole?
     Ele pagou e foi embora. Fiquei arrasado e fui comentar com uma amiga o acontecido, ela me questionou se eu havia incluindo a comanda dele, já que ele havia deixado sobre o balcão... O fato é que não, ele me deu um golpe de R$27,00 (aliás, ao estabelecimento onde trabalho) e ainda saí humilhado. Moral da história, fui rever os cálculos e minha conta anterior, estava correta, e com a comanda que ele omitiu, ficaria $27 mais cara... Bom, eu ri, vi que estava certo e que acima de tudo não fui grosso com ele, e concluí que realmente, da escola em que estudei, ele passou bem longe, já que educação e humildade, não conclusão no currículo dele. Ah, e que Deus possa abençoá-lo maravilhosamente, pois um dia, tudo que vai e volta, neste imenso bumerangue que é a nossa vida!

quarta-feira, 19 de setembro de 2012

Fragmentos, Saudades e Primavera...

     Em toda a parte só se vê gente reclamando do calor, mas reclamam apenas por reclamar, afinal são brasileiros e isso é só mais uma característica de nossa terra...Não, não tô falando da mania de reclamar, mas do calor. (risos) Apesar dos pesares, eu gosto muito da Primavera. Ela me lembra que a pior das coisas está por vir (horário de Verão) e a melhor também (final de ano). 
     As Violetas que dei pra minha mãe estão florindo. Outro dia me surpreendi com essa bela visão. São cores que aprecio e me lembram vida. Acho que herdei da minha VÓ a paixão por Violetas. Acho que são flores perfeitas, e basta uma folha para se fazer uma nova muda. Isso é incrível. A Multiplicação de coisas perfeitas, de forma tão simples. Ao procurar pelo assunto encontrei este blog que fala sobre o tema com maestria. Tô seguindo!☺
          Para a Primavera, decidi homenagear a minha cidade Natal que tanto amo, Muqui. Trata-se de uma cidade pequena, localizada no interior do ES, onde nasci, cresci e aprendi a ser quem eu sou, convivendo com pessoas maravilhosas, as quais hoje, chamo com orgulho de 'minha família'. As vezes o peito dói de saudade, e tudo que eu queria era estar ao lado daqueles que significam muito pra mim... Mas a vida é assim, e cada um segue o seu caminho. Já estou me programando para visitá-los. Mesmo longe, sinto que nunca deixei a minha cidade, e quando vou prá lá, nunca é como se viajasse a passeio, e sim, como se voltasse pra casa... 
      Acima, fragmentos de coisas que tem me feito bem, que tem me feito sorrir e acreditar que ainda há muito o que ser feito sobre esta Terra, ainda que possa ser difícil, ainda que possa nos fazer sangrar e tropeçar uma vez mais, sempre levantando e acreditando, mesmo que ilusoriamente, que as coisas podem sim melhorar. Ótima semana para todos!

segunda-feira, 17 de setembro de 2012

Feirinha da Pereveca - Setembro de 2012

     No último dia 08 de Setembro, tivemos mais uma Festa da Pereveca aqui em Baunilha. O evento é pequeno, e se concentra em atender a comunidade, e exalta os artistas locais. São chamados cantores, artesãos e todos mais que quiserem expor seus talentos, ou simplesmente, colaborar com a festividade.
     Baunilha é um local pequeno e acolhedor, onde festividades mais intimistas, como estas, aproximam e divertem a comunidade, sendo um momento de encontro único e bem vindo. Tivemos artesanatos belíssimos feitos pela Kátia, do blog Ateliê Katia Martilnelli. Residente em Baunilha, é uma das artesãs cativas da feira.
     Eu achei a festinha divertida, como de costume, mas cadê a inovação? Todo o evento deve ter um upgrade para continuar a existir, ao contrário, ao invés de atrair, acaba por repelir as pessoas. Acho que sorteios, rifas e novas atrações são sempre bem vindas, mesmo em pequenas festividades. Outra coisa que me incomoda é a falta de um animador. Cadê o mestre de cerimônias da festividade? Acho que alguém de personalidade e bom humor animaria bastante. Tivemos um grande ponto forte - a falta de politicagem! Achei que seríamos tomado por essa corja, mas graças a Deus (e talvez aos organizadores) eles se mantiveram distante.
      Gente, esses licores da fotografia estavam fantásticos. Se soubesse que são tão bons, teria estocado! Sério, a Dona Marina tem uma mão abençoada. Ainda bem que ela mora pertinho. Sou fanático por bebidas destiladas, em especial vinhos e licores☺! Infelizmente eu consumi muito pouco os materiais da feira. Estava no vermelho no dia T-T... Oh vida! E por aqui vou encerrando, desejando que a próxima seja melhor e que a nossa Feirinha da Pereveca prospere! Sempre! 

Ótima semana!
Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...
Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...