Páginas

"Há pessoas que contam segredos, outras que guardam segredos... e existem aquelas que são segredos. Porém, algumas são mais que segredos... são mistérios."

quarta-feira, 30 de outubro de 2013

Monte Alegre - ES

     Alguns lugares me fascinam... Monte Alegre, onde passei boa parte das minha infância, é um deles. O lugar possui uma mítica incrível, e sempre que retorno a esse cantinho, tenho minhas lembranças evocadas de forma absurda, como se o tempo, nem ao menos, houvesse passado. 
          Acho que de forma nenhuma devo reclamar da minha infância, e mesmo me considerando uma criança um tanto problemática, sempre me considerei com sorte, afinal, vivi momentos lindos ao lado das pessoas que amo, e isso, não há valor que pague.
     Linda essa flor de Pêssego. Por um estante pensei que fosse até cerejeira por tanta beleza. Tive de registrar. Tem um perfume suave e maravilhoso.
     No caminho de entrada do sítio da minha Madrinha, um verdadeiro recanto escondido, repleto de árvores, riachos e vida. Vida que explode por toda a parte, em uma experiência encantadora de cheiros, sons e sensações. A verdadeira prova da existência de algo maior. 
      Acima, o caminho de entrada. Jaqueiras e outras árvores formam uma sombra deliciosa, no entanto, assustadora para atravessar durante a noite. 
      Estava um clima maravilhoso em Monte Alegre. Eu havia me esquecido como o sul do ES é agradável, e dependendo da época {Julho}, faz um friozinho que eu adoro. 
      Chegando da entrada do "Terreirão", onde normalmente é seca-se o café, ao sol. Essas folhagens tomaram uma proporção fantástica e a cada ano está mais surpreendente. 
      Acima a escola onde minha Mãe estudou quando pequena. É inacreditável, mas muitas turmas se iniciaram no aprendizado aí. O lugar e minusculo, mas quando criança, me lembro como se fosse um salão enorme, onde eu adoraria ir para estudar todas as manhãs. Hoje, mais de 30 anos depois, o lugar ainda é utiliza do pela comunidade, para aulas e encontros comunitários. 
          Eu gostaria de ter selecionado algumas poucas fotos, mas todas são tao especiais pra mim, que acabei por exagerar. Abaixo, por exemplo, está o 'Terreirão', cheio de café. Eu não tomo café, o café aqui no Norte do ES, é horrivelmente forte, agressivo ao paladar. No sul é diferente, e a forma como minhas Tias preparam, dá um toque todo especial... Amo o café da minha Terra!
     Abaixo, o antigo moinho. Hoje já não funciona mais, a água do córrego não corre mais alí. Engraçado, acho que para minha Madrinha e meus primos, isso nem faz diferença, mas sinto tanta falta... Muitas foram as vezes que vi ele funcionando... o Milho era posto sobre uma rada enorme de pedra, e embaixo saia moído... Que lembrança agradável.
        A caminhonete abaixo está sendo reformada. Ela foi do meu Avô e hoje, é uma relíquia de família. Espero um dia poder vê-la funcionando novamente.
      Minha Madrinha está reformando a casa que era dos meus avós. Que saudade da forma original que ela tinha... Mas mudanças vem e vão, o que não pode mudar são as lembranças. Este ano foi um ano positivo para a colheita de café, e a plantação estava linda quando a visitei. Com muitos grão a serem colhidos... graúdos e avermelhados. 
           Abaixo o antigo secador café do meu Avó, Seu Zé Pastor, que ao ser desativada virou uma Piladora de café. Logo ao lado dela, era jogada toneladas de palha de café, que claro, serviu e muito para eu e meus primos brincarmos, pulando e nos sujando muito. 
    Em baixo, vocês podem ver ao que sobrou de uma queda d'água que havia próxima a máquina de pila. Tem uma escadinha super acolhedora, onde eu sentava e passava horas refletindo com meus botões. Fiz isso na última vez que fui lá. Matei a saudade. Só senti falta do som das águas quebrando nas pedras...
     Minhas férias de Julho foram produtivas... Vai dar saudade esse tantão de terra que eu amo! Aliás, a saudade é uma constante.
     Abaixo o terreiro que meus Tios construíram para secar café. A área ficou ótima, e eu não resisti e espalhei um pouco do café junto com minha Tia e meu primo. Minha perna foi tomada pelas picadas de mosquitos, mas foi bem divertido. 
     Abaixo, uma estranha movimentação de lagartas que vi na entrada da casa da minha Madrinha. Elas se locomovem juntas para afugentar os predadores. A natureza é mesmo fascinante. 
       Esta postagem ficou enorme. Um ótimo restinho de semana para todos vocês☺!

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Obrigado a todos por comentar. Sempre digo que este blog é para meus amigos, e se estão aqui, me basta.
PS: Não aceitamos comentários Anônimos. Grato por se identificar!

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...
Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...